Você está em: Home > Artigos > O significado dos pequenos detalhes

Imprimir página - Versão para Impresão

Artigos

O significado dos pequenos detalhes

Nos pequenos detalhes se conhece a verdadeira essência das manifestações, das posturas, das mensagens, enfim de tudo.

Quando pequenos ouvimos os ditos populares nas frases ao mesmo tempo diretas e subliminares:” Nos pequenos frascos os grandes perfumes” , ”Pelo dedo do pé se conhece o gigante”, “ Problema enfrentado problema resolvido, problema não enfrentado problema multiplicado” , ”O pepino se torce de pequeno”.
Creio que estas mensagens ficaram realmente gravadas em nossas mentes.

Na nossa comunicação a verdade se transmite através da expressão corporal quando os pequenos gestos, detalhes de postura, sinalizações de mãos e dedos, olhares ou tom de voz fazem a diferença. A cara carrancuda não esconde a mágoa ou mal humor de quem não está de bem com a vida naquele momento.

Nós somos transparentes e por mais que desejemos demonstrar o que não somos ou queremos ser os pequenos detalhes nos entregam.

Nós somos nossos grandes amigos e ou inimigos e os nossos bons ou mal hábitos nos escravizam muitas vezes a circunstâncias difíceis ou prazerosamente agradáveis

Identificar em nós mesmos estes pequenos detalhes de nossos hábitos talvez nos leve a grandes descobertas. Talvez criemos uma chance de auto-conhecimento.

Lembro-me de um médico competente e voltado a realização de sua vocação que interrompia seus pacientes quando estes começavam a divagar em suas estórias.
- Doutor esta mesma dor na costela a minha vizinha também.....
- A senhora, por favor, limite-se a descrever como é a sua dor e quanto....
Concluída a consulta e o exame tecnicamente bem feito, o diagnóstico adequado, o receituário correto e os detalhes de procedimentos explicados com clareza. Vocês acreditam que a maioria dos pacientes não seguiam as recomendações e muitas vezes procuravam outro médico?
O pequeno detalhe de interromper o paciente e estar atento em se concentrar na doença e no diagnóstico criava uma situação de não confiança ou irritação do doente.
É meus amigos o médico estava ali dando o melhor de si, mas não saber ouvir pacientemente os detalhes mesmo que irrelevantes era de fato não considerar a outra pessoa ou seja desrespeitá-la.

Quantos pequenos detalhes nos dão prazer e um relacionamento gostoso conosco e com os outros e quantos nos arrasam em nossas viagens internas ou relacionamentos com os demais?

A comunicação eficaz é o primeiro passo para o mais importante ato da natureza humana o diálogo.

Existem três grandes barreiras que distorcem a comunicação e que geram resistências, incompreensão e repulsa as novas informações:

  • Nível de percepção das pessoas
  • Expectativas momentâneas.
  • Grau de envolvimento ao assunto.

Surge aí, de forma clara, a necessidade de se saber comunicar para transmitir informações, conhecimento e conceitos, através do diálogo, ou seja, interação com o interlocutor.

A COMUNICAÇÃO É A BASE DO RELACIONAMENTO HUMANO.

Podemos, portanto, dizer:

COMUNICAÇÃO É PERCEPÇÃO

A comunicação só se inicia quando o outro começa a perceber.

A percepção é fruto da história de cada um, de suas vivências e experiências, de seu aprendizado.

Cada pessoa percebe o que quer perceber, ouve o que quer ouvir, sente o que quer sentir, em função de seu angulo de visão e pontos de vistas..

Duas pessoas assistem ao mesmo filme, uma adora a outra detesta. Por quê?

As percepções são diferentes de pessoa a pessoa.

A percepção é a verdade de cada um.

 

COMUNICÃO É EXPECTATIVA

Vivemos em um processo de mudanças constantes, portanto, nossas expectativas mudam rapidamente e a cada instante..

Ao passar por uma avenida, indo para uma festa na casa do melhor amigo, a acharei bonita, pois percebo os passarinhos cantando, vejo os raios de luz infiltrando-se nas árvores, o meu estado de espírito é de alegria e demonstra minha expectativa de me divertir.

No dia seguinte, ao passar pelo mesmo lugar, mas agora indo para o velório deste amigo, o acharei feia e fria, a minha expectativa é de tristeza e reflexão, meu estado de espírito é de condolência.

 

COMUNICAÇÃO É ENVOLVIMENTO

As pessoas só quando estão envolvidas e interessadas são receptivas as informações.

Quando alguém dá o que tem de melhor e o faz com amor e entusiasmo (estar com Deus dentro de si – do grego), passa credibilidade, confiança e envolvimento.

Seguem as dicas de como superar as barreiras da comunicação.

Portanto, vão aqui as 4 dicas e recomendações.

Use uma linguagem simples.

A percepção por parte de seu interlocutor será mais clara, objetiva e compreensível. É a linguagem dele. Na comunicação entre dois médicos a linguagem médica é a mais simples.

Verifique o que o outro entendeu.

Faça perguntas, verifique o que o outro entendeu para certificar-se se a mensagem chegou como você gostaria que chegasse ou houve o entendimento que quis passar. Feedback é fundamental e estabelece diálogo.

Coloque-se no lugar do outro, use sua empatia.

É fundamental estar na pele do outro para estar o mais perto do sentir do outro.

Crie o Envolvimento.

Só há envolvimento se através do nosso entusiasmo e brilho nos olhos transmitimos confiança e credibilidade.

Tenham todos bons diálogos e nunca transformem seus pontos de vistas em verdade ou dogma.

Um abraço e até sempre.

Leia o artigo de 06/08/2008 - "Só erra quem faz"

 

Geraldo Leal de Moraes

Consultor de Estratégia Empresarial e Educação Corporativo

Copyright© 1973-2011 mcaconsult.com.br - Todos os direitos reservados.

MCA Consult - Telefones: São Paulo: +55 (11) 3881-4659 / Santa Catarina: +55 (048) 3207-8950, +55 (48) 9621-7564

Topo